Surrealismo Witsel

Quem vê o Governador Wilson Witsel falando da água contaminada e imunda do Rio de Janeiro, vai pensar que ele esta dissertando sobre um problema na África Central. Nem é com ele, e como se a CEDAE não fosse uma empresa do governo do Estado e ele não mandasse nela e nas nomeações dos dirigentes.

O Rio de Janeiro atravessa uma fase horrível em sua existência. Está mal de prefeito e governador. Isso é para alertar o povo, que na hora de votar tem que pensar três vezes. Votam num Crivella, nessa confusão entre gestão e religião. Votam no Witsel alumbrados numa aura de juiz, como se todo juiz fosse Moro ou justiceiro. Juiz é Juiz, gestor público é gestor público. Não adianta confundir, nem rezar. Está provado que nesses casos nem Deus os ajuda. Talvez esteja ajudando a todos fazendo com que vejam o mal que fizeram a si mesmo. Acorda minha gente! A eleição municipal vem aí... Querem mais sofrimento? É só votar errado.

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo