Snipers com Armas de Paintball

Disseram-me que a modalidade já existe há algum tempo, mas, somente agora tomei conhecimento e estou estarrecido. Assalto em estacionamento de supermercado? E o que é mais surpreendente, é que querem as compras! Mas, quanto vale estas compras? As minhas “grandes compras” não passam de 250 reais. Vale à pena arriscar ser preso, matar alguém ou ser morto por tão pouco? Como me disseram que a prática é antiga, só posso imaginar que é total banalização da vida de todos e a certeza de impunidade. Se o Estado não dá respostas à altura desses delitos, e nem mesmo a segurança particular das lojas mostram-se capazes para este enfrentamento, os bandidos fazem qualquer negócio, cientes que não passamos de patinhos indefesos.

Quando os bandidos não respeitam a polícia, fazem com fizeram esta semana em São Gonçalo. Assaltaram e seqüestraram um ônibus de passageiros, mandaram tocar até o seu reduto, encheram de bandidos e mandaram seguir para Itaboraí. Aí, o motorista ficou sabendo que era um jogo de futebol, que a bandidagem e platéia iriam atuar naquele lugar e ele deveria esperar para levá-los de volta ao reduto; quando acabasse o jogo, as comemorações, as cervejas e os baseados fumados socialmente.

Isso é o que pensam os bandidos: tudo podem, quando querem e quem estiver insatisfeito que vá se queixar ao Papa. Estado que é bom... Só figuração. Snipers com armas de paintball.

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo