Sinal dos Tempos

Basta observar o que está acontecendo na Europa, onde economias, até então aparentemente pungentes, ameaçam descer pelo ralo. Há sinais de mudanças drásticas, que nem sempre terão finais felizes. No mundo inteiro existe o desejo de transformações e instituições, até então aparentemente inabaláveis dão sinais de debilidade. O Brasil, emergente e apontando para cima (enquanto outros descem),tem uma história de vícios e falta de pudor, que ainda vai levar muitos anos para que se restaure os anos de falta de ética, oportunismo e canalhismo pseudo aristocrata. Por aqui não se respeita estatutos e nem ao menos, manuais de uso. Da forma mais transgressora, cada um faz seus próprios métodos e infringe leis, incluindo as da física.

O Distrito 4.457 do Rotary Club, que abrange 53 municípios, incluindo Niterói, esteve recentemente ameaçado de extinção e incorporação das unidades rotarias remanescentes, pelo distrito vizinho, por ter tido um grande retrocesso no número de sócios. O Rotary Internacional estabeleceu prazo para que se atingisse o número dito padrão. Houve um flagrante empobrecimento de muitos associados, que sujeitos às duras regras exigidas pelo Rotary Internacional,perderam a capacidade econômica de manter-se na instituição, visto que ninguém ganha e nem deve ganhar nada dentro do Rotary. Rotarianos só gastam, o que pressupõe a evidente condição de estabilidade financeira. Rotary nunca foi adequado para subalternos e desprovidos de renda condizente às exigências da simples prática social da instituição.

Na tentativa de “salvar o Distrito”, carente se sócios e ameaçado de extinção, abriram a porteira e entrou todo tipo de gente.

Fico observando e recebo inúmeras denúncias e reclamações das atuais práticas utilizadas para “conquistar” novos adeptos. Hoje, a instituição está longe daquela que conheci e pertenci durantes tantos anos.

Não entraram apenas pessoas desprovidas de real liderança e capacidade de pagar suas obrigações, entraram pessoas sabidamente desonestas, imorais e certamente com a intenção de usar a instituição para dar golpes.

A Segunda Secção do 5º artigo dos Estatutos do R.I. consagra de maneira precisa que para ser sócio ativo de um Clube Rotário, precisa-se de ser uma pessoa que observe boa conduta e goze de sã reputação nos seus negócios, e profissão ou na comunidade. Isso só para observar o mínimo.

Pior do que isso, já existe clube em Niterói, que “institui” suas próprias práticas e regras, que em nada respeitam os estatutos de R.I. Tem gente fazendo barganha com as suas obrigações, “pagando” suas mensalidades com “serviços de filmagem”, que além da precariedade e durabilidade destes “documentos”, esta atitude é realizada por um presidente de clube! (?)

O que é isso? Absoluta falta de observação aos princípios e normas, assim como a comprovação da incapacidade de sustentar-se como rotariano. É mais uma das graves conseqüências de se acolher pessoas que não poderiam

freqüentar um clube de Rotary, que dirá, tornar-se presidente.

E vem mais bomba por aí...  Existe um ditado que diz que “um gambá cheira a outra”. Se reconhecem e se agrupam. Baratas e piranhas estão sempre juntas, em grupo!

Quando entra um mau elemento numa instituição, é certo que ele vai motivar e trazer sua própria trupe, para não dizer quadrilha. Soube estarrecido que irá assumir a presidência de um clube um indivíduo que não se poderia confiar a ele a guarda de um simples guarda chuva. Ele é sabidamente uma pessoa odiada por suas manobras “pouco ortodoxas”, que já lhe valeram uns “corretivos físicos” que ele cinicamente alega ter sido assaltado, embora nada tenha sido levado. Como se conceber uma pessoa deste nível presidindo um clube de Rotary? Não se fez o mínimo de exigência ou pesquisa sobre a vida pregressa deste indivíduo, para admiti-lo? E o que é pior, ele vai fazer coisas que todos os homens de bem que são antigos rotarianos vão lamentar e morrer de vergonha.

É a tal estória: depois de tantas concessões e distorções... Lamentavelmente, é o sinal dos tempos, o prenúncio do fim do mundo.

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo