Saneamento Básico Universalizado

Um pedido do PT tentou retirar de pauta a votação do Marco Regulatório do Saneamento Básico. Este marco oferece o benefício da coleta de esgoto e fornecimento de água tratada para todos os brasileiros. A defesa dessa ideia é que vão privatizar as “estatais do esgoto”. Ideologias não resolvem o problema secular; enquanto eles discutem seus pontos de vista, o povo morre de inúmeras doenças.

Não podemos permitir que doenças diversas proliferem pela falta de saneamento básico, com esgotos a céu aberto, com milhares de crianças padecendo de diarréias, inclusive com muitos casos fatais. O necessário é fiscalizar para não permitir que o esgoto se transforme em moeda de troca e mina de ouro para empresas. Resolver o problema do saneamento no Brasil é urgente, como sempre.

Votaram contra a votação do projeto: Jaques Wagner (PT-BA), Humberto Costa (PT-PE), Jean- Paul Prates (PT-RN), Paulo Rocha (PT-PA), Paulo Paim (PT-RS), Rogério Carvalho (PT-SE), Mecias de Jesus (Republicanos-RR), Cid Gomes (PDT-CE), Weverton Rocha (PDT-MA), Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB), Zenaide Maia (PROS-RN) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Inacreditável.

Entretanto, o Marco Regulatório do Saneamento, foi aprovado no dia 24 de junho, tornando-se uma data histórica para o Brasil. O Marco Regulatório vai universalizar os serviços de água e esgoto até 2033. O Projeto de Lei recebeu 65 votos a favor e fatídicos 13 votos contra.

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo