Redes sociais: Armas Virtuais da Democracia

A pressão popular que corre através das mídias sociais tipo Facebook e Orkut estão começando a funcionar, com altíssimo percentual de aproveitamento. Algumas decisões de âmbito nacional estão sendo movidas para atender a esta pressão.

Ministros do STF já estão de olho nesta nova maneira de cobrança da sociedade e também estão considerando o apelo popular na ora de decidir. Como exemplo, posso citar o julgamento do famoso Mensalão, que já fez aniversário de cinco anos nos escaninhos do STF. Depois que as mídias sociais passaram a cobrar o julgamento mais rápido, para evitar a possível prescrição e, por fim, para fazer a verdadeira justiça. O Ministro Ricardo Lewandowski, que alguns achavam que deixou o tempo passar demais, já faz força para que o julgamento seja feito ainda no primeiro semestre deste ano. Vale lembrar que Marcos Valério foi condenado em primeira instância a nove anos de reclusão. Mas, se defende em liberdade. A Lei permite.

Contudo, com a recente decisão do STF quanto à aplicação da Lei da ficha Limpa, muitos dos políticos que fazem parte do processo do Mensalão no STF já não poderão disputar as eleições deste ano.

Vale lembrar que a própria Lei da Ficha Limpa foi uma Lei efetivamente emanada do povo e que se mobilizou e reuniu mais de um milhão e meio de assinaturas, forçando o Congresso a votar a Lei. Sob intensa pressão popular e da imprensa, os políticos (muitos deputados fingindo satisfação e outros não escondendo o desgosto de votar uma lei “contra” eles mesmos) acabaram forçados a aprovar a Ficha Limpa.

Logo os espertalhões levantaram dúvidas quanto ao verdadeiro tempo de início da aplicação da Ficha Limpa, pois muitos políticos queriam mamar mais uma candidatura, mesmo condenados.

O STF acabou por liquidar as falsas pretensões destes espertos e tascou que a Ficha Limpa deve valer a partir desta próxima eleição. Parabéns para o STF e parabéns para o povo. E o povo agradece.

Agora, o STF está na mira das mídias sociais para julgar o Mensalão. Deveria ser muito mais rápido, pois é um processo de grande repercussão moral para os honestos brasileiros, que não aguentam mais tantos desmandos do Congresso.

Quer levar para o lado político? Ótimo! Foi invenção do PT? Ora, este pode ter sido o maior erro do governo Lula para garantir ampla margem de vantagens provenientes das votações do Congresso. Foi um passo errado, criminoso, e que mostrou a verdadeira face do Congresso, com muitos e muitos políticos envolvidos em venda de votos. Este tipo de político já dá partida nas suas pretensões eleitoreiras comprando eleitores. Por que eles não se venderiam para votar nesta ou naquela Lei de conveniência do Governo? Um crime.

Mídias sociais são somente a ponta do iceberg. Basta lembrar a onda “democrática” no Oriente Médio, toda mobilização partiu do Facebook.

Agora, estamos mobilizados e com uma arma virtual disponível. Vamos à luta!

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo