Questão de Segurança

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, tem a intenção de retirar as grades das praças da cidade. A questão está sendo debatida e tem muita gente contra a retirada. O Rio vai sediar Olimpíadas e Copa do Mundo e há clara intenção de  mostrar aos visitantes uma cidade mais humana e com níveis de segurança de primeiro mundo. Eles recebem muitos investimentos e terão, possivelmente, como custear esta nova postura de cidade segura.

Em Niterói, o secretário Wolney Trindade, quer aumentar o número e praças gradeadas e chegou até, alegando razões de segurança, passar cadeados nos portões do Campo de São Bento, rendendo uma jocosa polêmica.  O vereador Renatinho, que é portador de deficiência física e é intransigente na defesa da acessibilidade se posiciona contra a qualquer gradeamento e defende o aumento do policiamento por parte da Guarda Municipal, assegurando ao cidadão a ordem necessária.

Obviamente o ideal é a inexistência de grades e garantias de acessibilidade e segurança. Entretanto, quem vai garantir na prática a segurança e esta paz? E os recursos de manutenção desta gente toda? Se faltam medicamentos em postos de saúde e encostas ameaçam a população sem que o problema seja sanado, retirar as grades neste momento pode ser ”um tiro no pé”.

Vamos trabalhar com redução de danos. Se tivermos administração garantida, então vamos tirar tudo. Na dúvida, vamos deixar como está. Dos males o menor...

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo