Quando Papai Noel Chegar

Quando Papai Noel chegar para colocar os presentes perto do meu pé de meia, espero estar acordado...

Esse sempre foi o meu desejo de criança: encontrar aquele simpático barrigudo, brincar com ele, fazer perguntas e ganhar os meus presentes, claro!

Essa imaginação infantil cheia de luz, fantasia e certeza de alegria e (e é) algo que já me fez sonhar.

Curioso com a figura do Papai Noel, fiz uma pesquisa rápida sobre os símbolos do Natal e descobri várias coisas que não sabia.

Os símbolos do Natal são mais pagãos do que cristãos. Também não sabia. Originalmente, era uma comemoração do dia mais curto pelos pagãos e que representava o início dos dias mais longos.


Tudo no clima, digamos, agrícola e muito anterior ao que conhecemos hoje, Natal cristão. O nascimento de Jesus somente começou a ser comemorado por volta do século IV.

Essa comemoração do nascimento de Jesus atrelou o espírito de Natal com a religião. Mas essa característica religiosa começou a perder força no decorrer do século XX. E foi exatamente o capitalismo que fomentou a troca de presentes que já existia, aproveitando que a sociedade vivia de agrados sociais dando vez ao incremento da Ceia Natalina, que antes não havia luxos e hoje se serve os melhores alimentos, muito mais elaborados (peru, carne de porco e etc.) como sabemos (e a nossa barriga, idem).

Mas, e o Papai Noel? Verdade que ele foi criado pela Coca-Cola?

Diz um importante professor de história e arqueologia da Unicamp, Pedro Paulo Funari, que Nicolau foi um homem que viveu na antiguidade e virou santo e que não tem nada a ver com Papai Noel que conhecemos hoje e que foi o protestantismo que criou o Papai Noel.

O Papai Noel era vestido com roupa verde escura e marrom. Mas foi em 1886 que um cartunista alemão chamado Thomas Nast criou a roupa vermelha e branca com o cinto preto.

Porém, foi a Coca-Cola que usou esse Papai Noel com as cores vermelha e branca em propagandas em 1931.

Então o bom velhinho vermelho e branco, sim, foi criado por Nast e impulsionado de forma definitiva pela Coca-Cola com a propaganda mundial que espalhou a imagem mundo afora, fazendo grande sucesso e até hoje é uma figura, digamos, natalina.

Mas a imagem do Presépio, em minha opinião, é a que mais representa o nascimento de Cristo. Jesus nasceu num lugar humilde, num pequeno estábulo. Um homem simples e que jamais desejou os luxos dos grandes templos, taças de ouro e jóias. Um homem que só pensou no bem-estar espiritual do ser humano.

Acho que é esse o espírito natalino cristão e o espírito de alegria do Papai Noel da Coca-Cola.

Então, um Feliz Natal a todos!

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo