Novos Macbooks

A Apple anunciou na última terça-feira (10) um novo MacBook Air, um Pro e um Mini. Os computadores que agora contam com um processador fabricado pela própria empresa. A partir desses, a companhia irá utilizar chips com a arquitetura ARM, a mesma dos processadores de iPhones e iPads.

Todos os computadores anunciados possuem o chip M1 de 8 núcleos. Segundo a companhia, a novidade trouxe ganhos significativos de performance e otimização de energia.

O MacBook Air, com tela Retina de 13,3 polegadas. O visual é o mesmo, mas a Apple afirmou que ele está 3 vezes mais rápido se comparado com a sua geração anterior e tem autonomia de bateria de 18 horas de reprodução de vídeo, nos testes controlados realizados pela empresa. Para a navegar na web, o computador seria capaz de ficar 15 horas longe da tomada.

O notebook não terá um cooler, componente utilizado para refrigerar o computador – isso porque os novos processadores esquentam muito menos. A promessa é que ele seja capaz de executar tarefas pesadas, sem fazer barulho.

O MacBook Pro de 13 polegadas com Touch Bar. A promessa da Apple é que o laptop tenha desempenho 2,8 vezes melhor, e gráficos 5 vezes mais rápidos do que a geração anterior além da autonomia de bateria é "a maior em um Mac" até agora, com 20 horas de reprodução de vídeo ou 17 horas de navegação utilizando Wi-Fi.

Ao contrário do MacBook Air, esse modelo tem um sistema de resfriamento. Segundo a empresa, a novidade pode ser configurada para ter até 16 GB de RAM e 2 TB de armazenamento.

O Mac Mini, um dos seus modelos de computador de mesa. Com o processador M1, a companhia promete processamento 3 vezes mais rápido, e 6 vezes mais desempenho gráfico do que a geração anterior – além de afirmar que ele será mais silencioso.