Novo Mac Pro

A Apple anunciou, na última segunda-feira (23) que vai fabricar o novo Mac Pro em Austin, no Estado norte-americano do Texas, após o governo dos Estados Unidos aliviar algumas tarifas de importação de componentes.

Os reguladores comerciais dos EUA aprovaram, recentemente, 10 dos 15 pedidos de isenção de tarifas apresentados pela Apple em meio a uma suspensão mais ampla de impostos sobre componentes de computadores.

O novo Mac Pro se tornou alvo de uma polêmica política, depois que surgiram notícias de que a Apple estava transferindo a produção do computador topo de linha para a China. O computador foi anunciado em junho como a solução para usuários que precisam de grande capacidade de processamento, sendo este um dos produtos mais caros da Apple, com a versão mais básica custando US$ 6 mil.

A decisão das autoridades norte-americanas pode facilitar a montagem de aparelhos nos Estados Unidos, reduzindo os custos de importação de peças. Embora o Mac Pro seja apenas um negócio de nicho para a Apple, a produção dentro dos EUA era um raro caso em que uma empresa tentava trazer a produção de produtos de tecnologia de volta para o país.

Em 2012, o presidente da Apple, Tim Cook, apareceu em um comercial na televisão afirmando que a empresa passaria a produzir um Mac nos EUA — o primeiro produto Apple em anos a ser fabricado por trabalhadores americanos.

A Apple acrescentou que seus computadores Mac Pro mais recentes começarão a ser produzidos em breve nas mesmas instalações onde foram criadas as gerações anteriores do computador. Ainda não há qualquer previsão para a chegada do Mac Pro no Brasil, mas conhecendo nossas políticas de importação essa tecnologia deve ultrapassar os 30 mil reais para o computador básico.

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo