No Escurinho do Cinema

Minha paixão pelo cinema vem de longa data. Descobri o encantamento da sétima arte sentado no muro de uma casa, lá nos primórdios de moradia tranqüila na Vila São Patrício, em Santa Rosa. Ouvia à distância a voz melodiosa do apresentador Adolpho Cruz, expert em imagens cinematográficas. E tudo naquela época, ainda em preto e branco, na telinha da tevê, para eu ter encontros inesquecíveis com John Wayne, Bette Davis, Kirk Douglas, Joan Crawford, Marilyn Monroe, Yul Brynner, Katharine e Audrey Hepburn, Tony Curtis, Susan Hayward e Glenn Ford; sem esquecer-se dos nossos astros: Oscarito, Grande Otelo, Eliane, Zé Trindade, Cyll Farney, Zezé Macedo, Jonh Herbert, José Lewgoy e Mazzaropi.

Com esse meu interesse, passei a apresentar para os meus colegas da vila sessões de cinema em caixa de sapato com formato de tela, uma vela acesa por detrás da caixa e dois carretéis de linha que giravam lentamente, para apresentar o “filme em cartaz”, feito na colagem das tiras dos quadrinhos diários do jornal ‘O Globo’, trazido pelo meu tio-avô todo final de tarde. No apagar das luzes da década de 1950 o poeta Sávio Soares de Sousa criou um cineclube com reuniões periódicas para o entretenimento dos cinéfilos do bairro do Fonseca, na antiga e pacata Niterói. Poesia pura para quem se encantou com os Irmãos Lumière, criadores do cinema em dezembro de 1895, lá no século 19! E o deslumbramento se alastrou mundo afora com os inúmeros estúdios cinematográficos: Metro Goldwyn Mayer, Paramount, Disney, Bollyhood; aqui no Brasil, Atlântida, Cinédia e Vera Cruz realizavam, para a alegria do respeitável público, as famosas chanchadas. Hoje mudou a cultura do cinema ou mudaram seus admiradores por essa magia? Em Hollywood ou em outros estúdios cinematográficos os filmes são temáticos, trazem super-heróis abatendo monstros, vilões sendo supervalorizados, enquanto o foco principal é a explosão milionária das bilheterias com filas gigantescas para, na platéia, a nova geração poder saborear pipoca e refrigerante.

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo