Liberdade em Perigo


Tudo indica que estamos caminhando para o bloqueio total de nossas liberdades individuais. O pior disso tudo é que a origem do cancelamento de nossas liberdades não poderia ser mais surpreendente: o STF.

Logo esse tribunal, criado para defender a nossa Constituição, onde está escrito que somos livres para manifestar nossos pensamentos, artigo 5°, inciso IV.

Ora, podemos nos manifestar sobre o que quisermos. Estamos livres para isso.

Se chamarmos os ministros do STF de vagabundos ou bandidos pode ferir a sensibilidade de algum deles, que processem pedindo para que o acusador prove sob pena de indenização, calúnia ou difamação.

O que não pode é sair prendendo manifestantes como acontecia nos regimes militares.

Agindo assim, o STF, com a devida vênia, está destruindo as nossas liberdades e rasgando a própria constituição que deveria defender.

O mais impressionante disso tudo foi ler o jornal O Globo concordar com a censura. Sei que o arrependimento será, infelizmente, tardio.

Assistir a TV Globo enaltecer as figuras do Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre também deve estar deixando sua platéia pisando na lama da velha política.

Nosso presidente da república é um ogro, grosseiro e de palavras duras e muitas vezes agressivas e intempestivas, mas em nenhum momento assisti o tal Bolsonaro defender a censura ou a perda das liberdades individuais.

Na verdade, se formos prestar a atenção no momento “meu passado me condena”, vemos que quem tem um passado sujo está aí, na telinha, defendendo e pisoteando nossas liberdades. Incrível, não é?

O único que tem um passado sem condenações é exatamente o ogro, o grosseiro e cheio de palavrões. Não conheço um político 171 antipático.

Não posso dizer o mesmo do seu filho senador, que pelo visto tem os pés sujos da mesma lama da Assembléia do RJ, com os seus outros colegas então deputados aplicando a rachadinha.

Todos devem ser condenados, inclusive o Flávio, com certeza. E que não investiguem a nossa Câmara de Vereadores. Será que são todos santinhos também?

Considero as fake news uma praga e que será difícil resolver por que vai depender de cada um, pensar e analisar se vale à pena passar adiante uma notícia que parece ser bombástica.

Temos mesmo é que controlar o clique do mouse ou o dedo na tela do celular na hora de “encaminhar” essa notícia que você não tem certeza se é verdadeira.

Mas acho que nós todos temos o direito constitucional de externar nossa opinião, nos manifestarmos podendo ser sobre qualquer assunto, menos propagar a terrível suástica nazista porque é ilegal.

Por tudo isso, tenho que me manifestar: basta de mimimi!

Tenho como exemplo máximo da liberdade de imprensa aquele jornal francês, o Chalie Hebdo, que até fez e publicou uma charge com o seu próprio atentado terrorista (um exagero, diga-se). Mas é assim a tal liberdade. Não pode é ter mimimi.

O jornal O Globo e outros certamente irão chorar a falta de liberdade lá no futuro (estou torcendo para que isso não aconteça), pois se esqueceram do passado negro quando abríamos o Jornal do Brasil e encontrávamos receitas para bolo no lugar de notícias contra o governo militar.

A nossa democracia, com o STF legislando, atuando como Executivo e não oferecendo a segurança jurídica (algo comum nos países com a sociedade organizada e consciente de seus deveres e liberdades), acho que o horizonte está sombrio.

Coitada da nossa complicada constituição nas mãos desse STF.

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo