Itau Discrimina Pobres

Fui com um amigo até a Caixa Econômica para que ele retirasse algum dinheiro. A Caixa estava temporariamente com problemas no computador central e impedia saques. Ele então me disse: Vamos até o Itau, onde tenho um resto de dinheiro numa conta pagamento. Quando lá estivemos não deu para ele sacar, pois o seu saldo era de 45,00, e o Itau só permite, pelo menos nesta agência, saques acima de 50,00. Caso contrário o indivíduo vai ter que entrar naquelas filas kilométricas do caixa, que nunca respeitam a lei do tempo de permanência e atendimento, e no horário de expediente. Ou seja, o banco estabelece uma fronteira entre abastados e “duros”. Se for duro, deve procurar outro banco, tipo a Caixa que aceita pobres e mortais.

 A que ponto chegamos, um banco que ganha mais do merece, resolve do alto da sua arrogância anti democrática, reter o dinheiro que pertence ao cidadão, dando-lhe a impressão que está fazendo um favor em devolver aquilo que usou para seus propósitos de lucro. A obrigação é devolver qualquer importância, seja ela milionária ou apenas 1 real.

Qualquer dia eles vão poder determinar que só os ricos podem entrar numa “agência”. Os pobres que usem o balcão da roda do infortúnio como nos tempos da França medieval. Barbaridade...

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo