Inclusão Necessária

No dia 10 de junho, a Amazon Games surpreendeu muitos gamers, ao anunciar o lançamento de Lost Ark para o ocidente. Já em seu anúncio de apresentação a Publisher declarou: “embora Lost Ark tenha milhões de jogadores ativos em todo o mundo, pode haver algum conteúdo no jogo que seja inesperado para algumas audiências ocidentais”. A publisher explicou que deve haver algumas “diferenças culturais, imagens ou nuances não familiares” para o público ocidental.



A fim de corrigir essa falta de diversidade nas imagens e a forma sexualizada atribuída às personagens femininas, a Amazon Games informou que pretende fazer algumas mudanças para tornar Lost Ark mais acessível e representativo para todos os players do mundo, algo que pode ter passado despercebido por muitos jogadores.

A empresa informou que está “trabalhando ativamente” para fazer com que os seus jogadores se sintam “mais em casa” em Lost Ark. Por isso, ela menciona que estão alterando alguns aspectos do game, e um dos focos é no sistema de criação de personagem, que vai receber mais opções de trajes, estilos de cabelo e tons de pele. Mas as mudanças não param por aí: a Amazon Games também está trabalhando para aumentar a diversidade dos NPCs no mundo de Arkesia, com o objetivo de refletir mais a sua audiência.

A iniciativa da Amazon Games, no entanto, gerou críticas por parte de alguns players retrógrados e ignorantes que chamaram a decisão de “censura”, e demonstraram seu descontentamento com a possibilidade da publisher realizar alterações nos corpos das personagens femininas. Coisa de pessoas com “probleminhas” e falta do que fazer, reclamar que o seio de tal personagem está menor...



Retomando ao assunto em importa, alguns exemplos dessas mudanças já podem ser conferidas em vários veículos de comunicação. No site oficial do jogo, ao visitar a página dedicada às classes de Lost Ark, os jogadores podem notar uma personagem feminina da classe Marcial Artist, que agora é negra. As outras classes também agora contam com tons de pele variados, tornando o título mais diversificado. Além disso, o design do NPC Federico mudou para apresentar um tom de pele mais escuro e uma barba dando um aspecto mais ocidental ao personagem.

De fato, a sociedade se transforma e as produtoras estão tentando representar a maior quantidade de pessoas possível. Aqueles ultrapassados e misóginos, que parem de jogar e voltem às pinturas rupestres.