Greve dos Professores

Em greve que já dura 17 dias, professores da rede municipal de ensino de Niterói foram recebidos, nesta quarta-feira, dia 17, na Presidência da Câmara pelo presidente vereador Paulo Bagueira (PPS); pelos vereadores Waldeck Carneiro (PT) e Vitor Júnior (PT), presidente da Comissão de Educação da Casa.

Em acordo com os grevistas e atendendo solicitação do Sindicato Estadual dos Profissionais de Ensino (SEPE), foi aprovada a realização de uma audiência pública, na próxima terça-feira, dia 23, às 13 horas, para discutir a pauta de reivindicações da categoria. O presidente  Paulo Bagueira afirmou que a Casa estará sempre aberta à população, inclusive os professores. Ele mandou apurar de onde partiu a orientação para fechar as portas da Câmara, numa tentativa de impedir o acesso dos professores grevistas. Garante que ela não partiu de nenhum dos 18 vereadores, nem da Comissão de Segurança; e muito menos o vereador que presidia a audiência pública naquele momento.  A atitude equivocada partiu de algum funcionário, mas, foi imediatamente corrigida por ordens do presidente da casa.

O SEPE ficou de enviar um relatório nesta quinta-feira com uma minuta de pauta para a audiência pública. Waldeck Carneiro pediu que a Casa faça uma “pressão legítima” sobre o governo em benefício da categoria.

O vereador Renatinho (PSOL) também considerou um avanço conseguido pela Câmara e cobrou “sensibilidade” do Executivo para uma negociação possível e justa. Por sua vez, o vereador Leonardo Giordano (PT) aproveitou para pedir a aprovação do requerimento de sua autoria para que a Fundação Municipal de Educação informe sobre os contratos firmados com dispensa de licitação de janeiro de 2009 até a presente data.

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo