Constrangimento para Idosos

Já faz algum tempo que recebemos queixas de idosos quanto ao tratamento que é dado quando apresentam identidade (acima de 65 anos) para obtenção da gratuidade da passagem de ônibus, especialmente da empresa Viação Pendotiba (ou outra denominação como Consorcio Oceânico). São os ônibus de cor verde que servem a Região Oceânica, e adjacências como Rio do Ouro e Várzea das Moças.


A empresa exige que os motoristas preencham um relatório, com dados do idoso, hora, etc. Em tese não seria nada de demais, se não fosse o tempo perdido pelo motorista com o preenchimento do formulário. A questão, é que, além da dupla função do motorista (faz também o serviço de cobrador), ao preencher o relatório, impede que os demais passageiros entrem no ônibus, pois teria que dar troco nas cobranças. Com isso, a fila se forma, a insatisfação é generalizada e os protestos são constantes. É um imenso desconforto para todos os passageiros, e o constrangimento do idoso, que fica exposto com algo inconveniente e inoportuno, embora esteja apenas exercendo o seu direito legítimo.

As outras empresas que servem a Niterói exigem apenas a apresentação da carteira de identidade ao fiscal no ponto, ou na ausência deste, ao motorista do ônibus. Ele simplesmente exibe a carteira na câmera e permite o acesso ao coletivo. É tudo simples e rápido.

Nesses ônibus de cor verde (Consorcio Oceânico) o comportamento burocrático, mais parece criar intencionalmente o constrangimento. Assim, o idoso, receoso do incômodo que causa, constrangido prefere pagar.

Já está na hora do MP tomar uma atitude em relação a esta prática abusiva.

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo