Carros Voadores... Realidade?

Deve ter uns 20 anos que falam que os carros do futuro irão voar, chegamos ao ano de 2020 e nada desse sonho sair do papel. Entretanto já começam a surgir os primeiros conceitos e protótipos desse tão almejado meio de transporte.

Segundo um estudo alemão divulgado nesta semana, os táxis elétricos aéreos, conhecidos mundial e erroneamente como "carros voadores", poderão tirar milhões de dólares em investimentos das startups de transporte terrestre no futuro. Muito embora, ainda enfrentem obstáculos significativos em relação à sua comercialização e à lucratividade, de acordo com o Emerging Technology Outlook 2020, do site PitchBook.

A empresa de pesquisa previu que as startups de táxi aéreo, como a JobyAviation, com sede no Vale do Silício, e a alemã LiliumAviation, poderão captar um nível recorde de investimentos em 2020.

É importante saber que os protótipos de carros voadores possuem várias formas e tamanhos, e muitos parecem bem diferentes de aeronaves convencionais de asa fixa. Os motores elétricos substituem os motores a jato e têm asas rotativas e, em alguns casos, rotores no lugar de hélices.

É provável que os táxis elétricos aéreos voem em rotas de nível baixo, especialmente entre as cidades, aliviando o congestionamento nas estradas. Mas eles potencialmente aumentarão o congestionamento no tráfego aéreo à medida que se tornem mais populares.

A pesquisa do PitchBook observa ainda que a indústria nascente, embora represente uma ameaça de longo prazo para as empresas de transporte terrestre, ainda enfrenta obstáculos regulatórios e tecnológicos que exigirão mais tempo e capital para serem resolvidos.

O potencial que os táxis aéreos têm para reduzir drasticamente os custos operacionais e de manutenção deve atrair milhões a mais em financiamento para ajudar a compensar as enormes cifras queimadas e a falta de receita. É esperar para ver o que futuro nos reserva.

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo