As Incertezas e os Cenários Possíveis

Nunca em toda estória das eleições Municipais de Niterói houve tanta incerteza quanto aos nomes dos candidatos habilitados para a disputa do cargo executivo. Existem negociações que se arrastam, e de certa forma, um está esperando pelo outro para anunciar as composições definitivas das chapas.    

O fato do prefeito Jorge Roberto Silveira não anunciar a sua definição faz com que os demais, cautelosamente, também não ofereçam definições. É certo que todas as convenções ainda não aconteceram e mesmo no caso da coligação PSD/ PSDB/ PTB/DEM, que já aconteceu,  não se definiu quem é o candidato a vice da chapa, que segundo o acordo deverá ser indicado pelo PSDB. Existe uma lista tríplice, com três advogados: Paulo Lemos de Almeida, Paulo Moreira Leite e Marta Menezes. Apesar de definidos os possíveis, resta a possibilidade de surgir um quarto nome, como sempre se esperou que fosse apontado, que é do também advogado Silvio Lessa, presidente do PSDB de Niterói.

As dúvidas se configuram cada vez mais e apontam para esta direção, pelo fato de não haver qualquer impedimento de anunciar-se um nome e apesar disso, procrastinam a decisão e deixam para depois dos “45 minutos do segundo tempo”, - com desde o início fora anunciado que assim seria.

Toda esta movimentação de eleição da lista tríplice pelo diretório do PSDB caracteriza um cenário de cumprimento de um ritual de passagem, apontando para forma mais democrática, mas que depende da aceitação do candidato majoritário do PSD, deputado Federal Sergio Zveiter. Embora ele afirme que acatará a decisão do PSDB, fica um vazio da razão, porque o próprio partido (o PSDB) não faz definitivamente esta indicação, jogando no colo do Zveiter a responsabilidade pela escolha. Disso se depreende que poderá não haver consenso em nenhum dos três nomes da lista e volte-se a cogitar, como sempre a indicação do Silvio Lessa, que aparecerá como uma terceira via, como uma espécie de conciliação. O Paulo Lemos assumiria a presidência do PSDB, visto que ele é o 1º vice-presidente, e Silvio Lessa se aprofundará na campanha, considerando que o seu filho, Bruno Lessa postula uma cadeira de vereador. Na realidade serão duas candidaturas da mesma família na mesma eleição e no mesmo partido. Esta especulação, analisando o cenário é possível ou não.  Declaradamente o advogado Silvio Lessa nega esta possibilidade, muito embora em política os cenários sejam mutantes a cada minuto.

Quanto à candidatura do prefeito Jorge Roberto Silveira, alguns cenários podem ser descritos. O primeiro seria Jorge Roberto na cabeça e tendo o deputado Comte Bittencourt como vice. Jorge alega dificuldades familiares e acena para a desistência, embora, voltemos a dizer que em política tudo pode mudar em questão de minutos. A segunda cenário será Jorge Roberto indicar Comte Bittencourt  (PPS)para a cabeça com um vice do PDT. O que parece ser o mais razoável dado ao histórico político e de relacionamento entre ambos. Os deveres de Jorge Roberto com seu aliado de sempre, são maiores, do que qualquer outro membro do seu partido. Ninguém foi tão ligado e leal a Jorge como o Comte Bittencourt. Esta escolha não é apenas uma questão de pacto. É uma questão de direito adquirido por Comte por sua lealdade e folha de serviços. Ninguém do seu partido, o PDT, foi mais chegado e mais parceiro em todas as situações do que o Comte. Por direito e lealdade este é um lugar cativo do Comte Bittencourt.

O outro cenário seria o Comte vir com todo apoio de Jorge Roberto e o deputado Felipe Peixoto como vice. Até então há resistência do Felipe Peixoto, influenciado pelos desejos do presidente do partido Carlos Lupi. Esta chapa seria uma chapa muito forte pela conjuntura que ela teria. Será uma grande perda de oportunidade política, especialmente para o Felipe Peixoto, se não aceitar esta possibilidade.

Um terceiro cenário, possível e forte seria Comte na cabeça, tendo como vice a ex deputada Tânia Rodrigues.Uma excelente junção. Tânia representa segmentos importantes da sociedade, especialmente os deficientes  físicos, preside a ANDEF e tem uma imensa folha de bons serviços sociais; é ativa simpática e carismática. Chapa muito forte também.

Um outro cenário seria o Felipe Peixoto sair candidato pelo PDT, a revelia do apoio de Jorge Roberto. Caminharia sozinho e com imensa chance de naufragar solitário, tendo uma brilhante carreira pela frente. Seria um suicídio político por pura teimosia. Seria lamentável.

Um outro cenário é o do candidato do PT, o deputado gonçalense Rodrigo Neves, que até o momento tentou varias opções, convidando e recebendo negativas de participação como foi o do empresário Robson Gouvêa, presidente da Leader Magazine, da Soraya Santos que também declinou do convite. O aliado PMDB queria indicar um candidato, mas com a recusa do Robson Gouvêa ficou sem outro quadro para oferecer. Neste momento eles tentam convencer o iatista Axel Grael, que é do PV, e que neste momento integra a base do governo de Jorge Roberto Silveira. Esta opção vai rachar o PV, pois seu presidente estadual Fernando Guida, além de secretário do Meio Ambiente do governo municipal, é amigo de fé de Jorge Roberto Silveira. Existe apenas o desejo do presidente municipal que insiste nesta divisão. Os membros do PMBD afirmam que já houve uma composição com a direção Nacional, com o Alfredo Sirkis e Fernando Gabeira. O Sirkis talvez embarque nesta corrente, mas o Gabeira, amigo dileto de Jorge Roberto certamente não apoiará esta decisão.

No PSOL, a expectativa é que indique um nome ou do PSTU ou do PCB. O candidato da cabeça de chapa, é o sociólogo e professor Flávio Serafini. O PSOL, que tinha a indicação de ter o ex-vereador Paulo Eduardo Gomes como possível candidato a prefeito, preferiu tentar a vereança onde certamente terá sucesso . Paulo Eduardo é um dos grandes quadros da política da cidade. Fez e faz falta na câmara e seu retorno vai acrescentar muito aos trabalhos do legislativo.

Estas incertezas complicam o quadro eleitoral, que poderá se definir em pouco tempo ou até o apagar das luzes no dia 30 de junho. Veremos...

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo