A Guerra da Liderança da Internet

Às vezes me pergunto se não estou sendo repetitiva nesses comentários que faço por aqui... Já que volta e meia volto ao assunto daquela velha briga entre o Google e o Facebook...

Até parece que a Internet atual gira em torno desses dois sites...

Bom, claro que a Internet tem infinitas possibilidades, é um universo sem fronteiras e sem barreiras (em países sem ditadura, claro!), mas, é fato que esses dois sites imperam na Rede e travam batalhas dignas de imperadores que são...

Enfim, é preciso (e vou) voltar a falar desses dois gigantes em mais um episódio dessa ‘epopéia’.

 A primeira grande notícia tecnológica de 2012 é o lançamento da Busca Social do Google, há cerca de duas semanas.

Que o Google é o buscador mais utilizado, não temos dúvidas e as buscas, até então, nos traziam páginas, notícias, vídeos e fotos, que eram resultados suficientes em nossas pesquisas, mas, mais uma vez, a inovação chega.

Com a Busca Social do Google, além de todos esses resultados, os usuários do site terão acesso também ao que seus amigos das Redes Sociais comentaram sobre esse assunto buscado no Google ou até a indicação de quem acompanhar nas Redes que tenha um perfil dedicado e relevante sobre o termo procurado.

Legal, né? O único probleminha dessa inovação é que o Google só aponta esses novos resultados da Busca Social baseado na sua própria Rede Social, o Google Plus, ignorando qualquer comentário existente no Facebook e no Twitter, por exemplo.

Pra se ter uma noção da falha que essa nova busca pode manter com a exclusão de resultados de outras Redes Sociais, conforme exemplo do jornalista Danny Sullivan, está na simples procura pela palavra music. As únicas recomendações de perfis a serem seguidos nessa Busca Social são das cantoras Britney Spears e Mariah Carey e do Snoop Dog, presentes no Google Plus. Lady Gaga, por exemplo, e Katy Perry (que tem mais de 40 Milhões de seguidores no Facebook) ficam de fora por não terem perfis na rede do Google.

Alguns especialistas defendem o Google por poder fazer o que quiser no seu serviço, já que é seu e pronto, mas isso vai de encontro aos seus princípios de sempre acusar o melhor resultado nas buscas, sem nenhum comprometimento, o que já não pode se aplicar nesse tipo de busca. Parece (e é) promoção de mais um serviço (O Google Plus) que ainda não emplacou.

Enfim, como essa briga já vem de longe, com acusações do Facebook sobre exigências por parte do Google em disponibilizar suas informações de forma pública e o revide do Google com o argumento de ser proibido pelo FB de usar as informações já disponíveis publicamente; com esses novos resultados restritos nas buscas do Google, os leões (ou mais deles) foram soltos nessa arena e, cabe a nós, mais uma vez, acompanhar e esperar o que vai acontecer...

 Bj e ótimo finde!

Rua Cônsul Francisco Cruz, 3 - Centro - Niterói/RJ

2019 | Design By Stilo